• ES + 34 981 649 233 | BR +55 (84) 2226-7547
  • SONDAGENS HORIZONTAIS

    A evolução no mercado de mineração subterrânea, tem sido a consequência direta do recente aparecimento de sondas elétricas com recuperação de testemunha com alta potência (comprimentos de sondagem entre 800 e 1.000 metros).

    Estes equipamentos, para além da sua utilidade na investigação mineira, abrem uma gama muito importante de possibilidades do ponto de vista da pesquisa geotécnica focada em infraestruturas subterrâneas.


    Com este tipo de sondas, de localização versátil e fácil no campo, você pode realizar pesquisas de reconhecimento horizontal ou de alto ângulo, que permitem que o layout nível de pesquisa, infraestrutura, como túneis, postes, açudes, etc … , que até agora tinha sido estudado através de campanhas geotécnicas de desenvolvimento vertical dispendiosas, nas quais informações de campo muito limitadas foram obtidas e sujeitas a interpretações.

    O quadro da sonda permite a realização de sondagens em qualquer orientação e inclinação (até sondagens em inclinação negativa – ascendente), a profundidades / comprimentos entre 800 e 1.000 metros.

    As sondagens são realizadas por rotação com circulação de água, com recuperação contínua de testemunha e em diâmetros variáveis, geralmente entre HQ e NQ (diâmetro variável entre 63,5 e 47,6 mm, respectivamente).

    Tanto o comprimento como o desvio de um furo são, portanto, muito condicionados pelo terreno a ser perfurado, de modo que os referidos comprimentos e desvios serão os permitidos pela tecnologia existente.

    Para a medição do desvio de perfuração, é possível utilizar um giroscópio REFLEX®, que permite medições em todos os tipos de ambientes, magnéticos ou não, dentro da própria haste de perfuração.

    Mais de 6.000 metros de levantamentos horizontais foram realizados dedicados a pesquisas geotécnicas.

    Na Espanha, a GEONOR é a empresa que mais aproveitou este tipo de perfuração, dedicada a estudos geotécnicos e obras civis.